O corpo, o outro e você, tudo a ver!

Por Natalia Bonfim

Como você lida com seu corpo e seus próprios preconceitos? Você é autêntico ao considerar o outro ou fala da boca para fora? Não faça do seu conhecimento apenas uma acumulação de teorias que podem não fazer intimamente sentido algum! Bertold Brecht escreveu certa vez: "A ciência conhece um único comando: contribuir com a ciência". Nós, profissionais e estudantes de Psicologia e das demais áreas da saúde, precisamos ir além deste tal comando e transpor o conhecimento do campo científico para nossas vidas profissionais de forma autêntica, isto é, colocando-se de fato no lugar do outro, o que inclui muitas vezes desconsiderar comandos e depor a máscara, afinal, do outro lado (ou do seu lado, melhor dizendo, o mesmo lado que o seu), seja paciente, seja cliente, está um ser humano. Espelhe-se, reflita!


Assista ao vídeo do Rudd Center For Food Policy andy Obesity retirado do blog Se Dê Conta.



Rudd Center from Valeria Palazzo on Vimeo.


Para se aprofundar no tema, assista também: 
CORPO E SAÚDE NA CONTEMPORANEIDADE
Palestra do módulo Para entender o futuro do corpo e da saúde: filosofia e psicanálise.

Um comentário:

  1. Este vídeo ilustra bem um preconceito que muitas vezes as pessoas de fora não percebem.

    E é realmente fora do esperado o preconceito continuar mesmo com o número de pessoas acima do peso aumentando.

    Sempre que ouço alguém falar "pra emagrecer basta fechar a boca" eu digo que a pessoa está sendo simplista e que se isso fosse tão simples não haveria tantas pessoas com sobrepeso no mundo.

    Sem falar que "fechar a boca" é um perigo. Precisamos comer.

    Bjos

    ResponderExcluir